Editando o grub (versão 1)

1) INTRODUÇÃO

O GRUB (GRand Unified Bootloader) é um gerenciador de boot, padrão em muitas distribuições Linux como Ubuntu e Debian.
Com o GRUB, você consegue selecionar um dentre vários sistemas operacionais que estão instalados em seu computador.

O arquivo de configuração do GRUB está localizado em /boot/grub/menu.lst

A seguir, um  exemplo de configuração de um sistema Linux, sendo editado com o “nano”.

Perceba que a configuração divide-se em duas partes:

  • configuração global = declara o funcionamento geral do GRUB
  • configuração das partições = parte com as definições dos sistemas.

2) CONFIGURANDO O GRUB

O GRUB trata as partições com uma nomeclatura diferente da utilizada pelo Linux. Ao invés de /dev/hda1 ele usa (hd0,0).

Dispositivo Equivalente no GRUB
/dev/hda1 (hd0,0) – Partição 1 da IDE Primária Master
/dev/hda2 (hd0,1) – Partição 2 da IDE Primária Master
/dev/hdb1 (hd1,0) – Partição 1 da IDE Primária Slave
/dev/hdc3 (hd2,2) – Partição 3 da IDE Secundária Master
/dev/hdd2 (hd3,2) – Partição 2 da IDE Secundária Slave

2.1.Configurações globais

default 0
Define o sistema que será iniciado por padrão no caso do usuário não escolher nenhum. Utilizado em conjunto com a opção timeout para quando o usuário não fazer nada, ele inicie no sistema padrão. No exemplo acima o primeiro sistema (número 0) será o padrão.

fallback 1
Define o sistema que será iniciado, em caso de falhas na seleção da opção padrão (default).

timeout 5
Define a quantidade de segundos que o GRUB deve esperar antes de iniciar no sistema padrão definido pela opção default.

password –md5 $1$QWqsC1$Gtat14yn8l2fy6wUogC080
Configura uma senha no GRUB, fazendo com que o usuário digite uma senha antes de poder editar algum dos itens do menu. Combinada com a opção lock na configuração das partições, faz com que o usuário só consiga iniciar o sistema digitando a senha.
OBS: a senha deve ser criptografada com md5. Para descobrir como gerar este valor, digite o comando “grub”, como root, e depois digite o comando “md5crypt”, fornecendo em seguida a sua senha.

grub> md5crypt
Password: *****

Encrypted: $1$QWqsC1$Gtat14yn8l2fy6wUogC080

splashimage=(hd0,1)/boot/grub/splash.xpm.gz
Define a imagem de fundo para o menu do Grub. No exemplo está indicando uma imagem no diretório /boot/grub/ em formato .xpm.gz (XPM GZipado).

hiddenmenu
Com esta opção definida, o GRUB não mostrará o menu interativo e irá iniciar o sistema padrão depois do tempo fornecido com a opção timeout. Neste caso o menu somente estará acessível se o usuário apertar a tecla ESC.

color [frente/fundo] [frente/fundo]
O primeiro argumento define as cores para as letras e plano de fundo do menu do GRUB.
O segundo argumento funciona da mesma maneira que o primeiro, mas define as cores dos itens que estiverem selecionados no menu.

2.1.Configurações das partições
Aqui são definidas as partições/sistemas que aparecerão no menu do Grub. Cada conjunto de linhas corresponde à um sistema diferente.

Para uma partição Linux as opções mais usadas são:

title Puppy Linux
Define o título que vai aparecer no menu. Use a mensagem que você desejar.
root (hd0,1)
Define a partição em que seu root se encontra (aquela onde a partição /boot, que é onde fica a imagem do kernel).
kernel /boot/vmlinuz root=/dev/sda2 ro vga=790
Define o caminho e as opções do kernel para fazer o boot.

Para uma partição Windows as opções mais usadas são:

title Windows
Define o título que vai aparecer no menu. Só que aqui o sistema correspondente é o Windows.
rootnoverify (hd1,0)
Define a partição root do sistema, mas não monta a partição. Isso ocorre pelo fato de que o boot do Windows é direto e não precisa ser carregado um kernel pelo GRUB, pois ele possui seu próprio gerenciador de inicialização.
makeactive
chainloader +1
Carrega a partição chamando um outro gerenciador de boot, que é o caso do próprio do Windows.

OBS-1) Uma nova versão do Grub (Grub 2) está sendo incluída nas novas distros Ubuntu. Então, a partir da versão 9.10, o Ubuntu usa o Grub 2, sendo que as configurações acima descritas não se aplicam

OBS-2) Problemas no grub? Ele está danificado, corrompido ou sobreposto por um outro sistema de inicialização? Use um cd de recuperação com o Rescatux (http://www.supergrubdisk.org/).